Estudante de São Bernardo é aprovada em Medicina em quatro universidades públicas

A jovem trabalhava e estudava para manter a bolsa, e conseguiu a proeza de diversas aprovações: resultado de muita dedicação e estudo

Thainá Aparecida Décio Passos conversou com exclusividade sobre as conquistas com a reportagem do ABC em Notícia.

Nascida em São Bernardo do Campo, estudante da rede pública durante Ensino Fundamental e Médio, e bolsista esforçada do Cursinho Singular Anglo, Thainá Aparecida Décio Passos, de 19 anos, foi aprovada no curso de Medicina das instituições públicas USP de Bauru, Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro) e na Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). Nos anos de 2017 e 2018, a aluna tentou ingressar no mais disputado curso da área da Saúde e, ao não conseguir inicialmente, permutou seu trabalho como assistente de classe em troca de uma bolsa na unidade do aludido cursinho em São Bernardo. A rotina da jovem envolvia dez horas sequenciais de estudos, sem contar as horas de trabalho para se manter bolsista e, como resultado, vieram as aprovações nas principais universidades brasileiras. Para se manter perto da família, Thainá optou pela graduação de Medicina na Unifesp e, com exclusividade, conversou com a nossa reportagem.

AN: Como foi sua infância na região?
TA: Nasci em São Bernardo e estudei na E. E. Dr. Baeta Neves no Ensino Fundamental 2 e Ensino médio. De lembranças boas, posso citar o dia em que fui vereadora por um dia pelo projeto “Câmara Jovem”, em que adorei debater e votar projetos. Estudei em escolas públicas que me deram uma boa experiência educacional. Morei no Baeta Neves e, atualmente, vivo no Parque Selecta. Adoro ambos os bairros.

AN: Como foi receber a notícia das aprovações nos vestibulares?
TA: Foi surpreendente e alegre! Não esperava tantas aprovações e, por isso, só fiz contagem regressiva para a divulgação da lista da USP de Bauru. Senti que todo o meu esforço havia sido muito bem recompensado.

AN: Após formada, em qual área médica você quer atuar?
TA: Por adorar crianças e bebês, pretendo trabalhar voltada para este público. Estou em dúvida sobre obstetrícia. Minha avó materna foi parteira na roça e isso sempre me encantou. Também gosto de pediatria e de estudar transplantes por meu pai ter um rim transplantado.

AN: Você tem planos de clinicar em São Bernardo ao concluir a graduação?
TA: Sim! Adoro minha cidade e quero estar próxima da minha família.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*