Prefeito de Ribeirão Pires fala sobre trabalho intenso no atendimento à população

Prefeito Kiko Teixeira afirma que um dos marcos de sua gestão é a proximidade com as necessidades dos cidadãos

Kiko Teixeira ressalta a recuperação financeira do município com a retomada de parcerias e contratos em diversas área

Adler Alfredo Jardim Teixeira Kiko, advogado e atual prefeito da Estância Turística de Ribeirão Pires, iniciou a vida política em 1992, ano em que se tornou, aos 21 anos, o vereador mais jovem de Rio Grande da Serra. Em 1996, foi o vereador mais votado em sua reeleição na Câmara. Em 2002, em seu terceiro mandato no legislativo, foi eleito e reeleito Presidente da Câmara Municipal. Em 2004, foi eleito prefeito de Rio Grande da Serra, sendo reeleito em 2008. À frente da prefeitura de Ribeirão Pires desde 2017, Kiko conversou com exclusividade à reportagem do ABC em Notícia sobre saúde, segurança pública, educação e as metas para obras públicas durante o governo.

AN: Quais são as metas da atual gestão para o ano de 2020?
KT
: A prefeitura está trabalhando intensamente para o atendimento de demandas da população e para manter a qualidade dos serviços oferecidos. Para falar sobre as perspectivas de 2020, é importante fazer um breve histórico do caminho percorrido até aqui. Como é de conhecimento público, em 2017, assumimos a prefeitura com dívida que ultrapassava os R$ 200 milhões. Somente com a previdência – Imprerp e INSS -, negociamos e renegociamos quase R$ 60 milhões. Colocando as finanças e contratos em ordem, retomamos parcerias e as certidões exigidas à celebração de novos convênios. Obras e serviços – antes paralisados – foram retomados e, nos três primeiros anos, entregamos aos moradores importantes conquistas, como duas novas Unidades de Saúde (Jd. Valentina e Quarta Divisão), o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) da Quarta Divisão, novo asfalto na Clemente Peralta, Salvador Ripoli, Kaethe Richers, vias da região central da cidade, entre outras benfeitorias. Entregamos novos equipamentos de tomografia e mamografia, em pacote de modernização da saúde municipal. Na educação, melhoramos os índices de aprendizado dos alunos. Na segurança, ampliamos a frota, implantamos novas bases da GCM e inauguramos nova Central de Videomonitoramento. Vamos fortalecer essas ações em 2020.

AN: O que a atual gestão tem preparado em termos de infraestrutura de vias públicas para este ano?
KT:
Por meio de novo convênio com o Estado, vamos levar novo asfalto aos moradores da Rua Professor Antônio Nunes, no Santa Luzia, em trecho da Avenida Kaethe Richers, na Vila Marquesa, e em toda a extensão da Avenida Francisco Monteiro. Esses e outros avanços fazem parte de nossa agenda de trabalho, atendendo o compromisso de nosso Governo com a população. Além disso, estamos reforçando os serviços de zeladoria em diferentes regiões, com o programa “A Vez dos Bairros”.

AN: Quais investimentos em saúde na esfera pública?
KT:
A saúde é setor prioritário de Ribeirão Pires. Em 2017, retomamos os serviços antes paralisados. Como exemplo dos investimentos e avanços no setor, cito a revitalização do Hospital e Maternidade São Lucas. Antes, a unidade pública realizava pouco menos de 10 partos por mês. Com trabalho e graças à parceria gratuita firmada com o Grupo São Cristóvão de Saúde, colocamos o Hospital para funcionar em plena capacidade. Entre 2017 e 2019, realizamos mais de 2.500 partos na unidade. Além disso, mantemos importantes parcerias com o Poder Público – Estado e União. Com verba federal, retomamos e concluímos as obras das USFs Quarta Divisão e Jardim Valentina. Temos também o compromisso do Governo do Estado para a liberação de R$ 7 milhões para a retomada e conclusão das obras do Complexo Hospitalar Santa Luzia.

AN: Na educação, qual o quadro atual?
KT:
Tivemos importantes avanços na Educação Municipal de Ribeirão Pires nos últimos três anos. Sem gerar novos custos para a Prefeitura, otimizando espaços e fortalecendo o trabalho das equipes do setor, reduzimos em quase 80% a fila de espera por vagas na Educação Infantil. Mais do que isso, retomamos parceria com o Instituto Ayrton Senna para a implantação de projetos que colocam os estudantes como protagonistas do processo de aprendizado. Com isso, atingimos a nota 7 do IDEB em 2017 para séries do Fundamental I – meta que era esperada somente para 2021.

Por Bijou Monteiro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*