Com a palavra, Celso Russomanno

Hoje nós vamos falar sobre a busca pelo corpo perfeito. Sim, porque muitos consumidores, praticantes de musculação – especialmente para aumentar a massa muscular e garantir melhor perfomance esportiva – acabam colocando a vida em risco. Saúde, no entanto, é coisa séria. Assim, seguem algumas dicas importantes:

• consulte um médico em relação a medicamentos e uma nutricionista ao fazer uso de complementos alimentares;
• não adquira os produtos, como anabolizantes, estimulantes ou suplementos alimentares nas academias, pela internet ou em lojas do segmento, em que não existe pessoal qualificado para prestar as informações adequadas;
• evite comprar produtos somente pelo rótulo. Apesar de ser obrigatória a apresentação de informações precisas sobre as características do produto no rótulo (Amparo Legal: artigo 31, do Código de Defesa do Consumidor – CDC), nem sempre eles mencionam todas as substâncias presentes no suplemento. Atenção: muitos vendedores tentam “empurrar” um remédio, sem informação suficiente, podendo causar danos à sua saúde. Neste caso, o fornecedor de produtos e serviços potencialmente nocivos ou perigosos à saúde/segurança deverá informar, de maneira ostensiva e apropriada, a respeito da sua nocividade ou periculosidade. Ao não fazê-lo, responderá pela reparação dos danos, conforme prevêem os artigos 9º, 63 e 66, do CDC;
• suplementos de natureza ergogênica, ou seja, substâncias artificiais concebidas para melhorar o rendimento desportivo para além dos efeitos do treino, quando usados de forma excessiva e sem a orientação de um profissional, podem causar problemas hepáticos e renais, desidratação, perda de cálcio, além de diarréia;
• o uso de estimulantes pode causar o aumento da pressão arterial, problemas cardíacos, tremores, agitação, perda de coordenação motora, e dependência psicológica;
• os anabolizantes, por sua vez, apresentam riscos como o hipogonadismo masculino (comprometimento da produção de espermatozóides), anemia, edema, distrofias musculares, doenças reumáticas, hipertensão arterial, disfunção tiroidiana, alteração da função hepática, falta de sono, e agressividade. Tenha cuidado também com o uso compartilhado de anabolizantes por seringas e agulhas não esterilizadas, pois é muito comum a transmissão de doenças, como hepatite B e C, e vírus HIV.

Lembre-se: caso o medicamento gere algum dano à sua saúde, consulte um médico e mande o medicamento suspeito para ser testado pela Vigilância Sanitária. A Agência Nacional de Saúde Suplementar precisa da sua denúncia para fiscalizar. É essencial exercer a prática da cidadania.

Importante: o exercício físico é o melhor caminho para ganhar massa muscular, ainda que seja uma tarefa árdua. Deve-se ter o acompanhamento de um profissional para que a carga elevada de exercícios não cause lesões. A alimentação também é muito importante. Ela deve suprir todo o gasto de energia ocasionado pelos exercícios, além da demanda normal do corpo para realizar as atividades do dia a dia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*