Centro Olímpico de São Bernardo do Campo inaugura novos locais para a prática de esportes

Prefeito Orlando Morando participa da inauguração dos novos espaços do Centro Olímpico

Espaços são destinados aos atletas de lutas, capoeira, xadrez e dama, com início previsto para 2020.

O Complexo da Arena Olímpica de São Bernardo do Campo (bairro Santa Terezinha) conta agora com dois novos espaços para a prática esportiva da população. Inaugurados no final de novembro, o Centro de Formação e Treinamento de Xadrez e Damas e o Centro de Formação de Capoeira e Lutas  têm como objetivos formar novos atletas nas modalidades e sediar campeonatos e torneios dos novos esportes. As atividades estão previstas para começarem em janeiro de 2020.

O supervisor de Damas e Xadrez, Ricardo Criez, afirma ter grandes expectativas para o novo local: “Acredito que a demanda de alunos crescerá bastante, já que o espaço é grande e consegue comportar muita gente, o que também ajuda na realização de torneios nacionais e, quem sabe, talvez até internacionais”, declara.

A reforma do local faz parte do planejamento de recuperação de espaços inutilizados da Prefeitura de São Bernardo. O espaço, localizado na Rua Tiradentes, 1.845,  estava abandonado há mais de 15 anos e recebeu um investimento de R$ 250 mil, sendo revitalizado com mão de obra própria da Prefeitura.

“Eu trabalho com a capoeira desde 1984 e, em todo esse tempo, ainda não tinha visto esse prestígio com o esporte na cidade”, destaca Dionísio Belmonte, professor e um dos pioneiros na divulgação da Capoeira no Brasil, que também afirma ser importante a dedicação de professores ao ensinar os alunos. “Acredito que esse novo espaço será muito bom para aplicarmos nossos conhecimentos em prol dos cidadãos da cidade. Também é preciso que bons profissionais usufruam desse espaço e deem o melhor de si no desenvolvimento e ensinamento, para mantermos a nossa cultura”, finaliza.

Bruna Belote, estagiária da Redação Multimídia do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo sob a supervisão da professora Eloiza de Oliveira Frederico

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*