Empresária comanda oficina para criação do tão sonhado “bebê real”

A febre do bebê real invadiu as casas das famílias brasileiras e trouxe novamente a tradição de brincar com bonecas

Sensação entre os pedidos de Natal das meninas atualmente, a arte reborn vem ganhando terreno por aqui. Para quem não sabe o que é isso, se trata daqueles bebês que parecem reais, com tantos detalhes e técnicas implantados que chegam até a assustar a gente, à primeira vista, principalmente quando nos deparamos com a cena de uma criança segurando um bebê quase real no colo. “Trabalho com bebês há 17 anos e sempre me foquei em ministrar cursos para que o público adulto aprendesse minhas técnicas. Daí senti a necessidade de ampliar essa arte para as crianças e desenvolvi um método lúdico, em que a menina constrói seu próprio bebê real, em algumas horas. A criança dá muito mais valor a isso do que simplesmente a boneca comprada na loja, já que ela mesmo escolhe cor da pele, dos olhos, cabelos e sexo do bebê e sai da oficina com uma obra de arte confeccionada por ela e toda exclusiva”, explica Cristina Censi Nogueira, empresária e artista pioneira da arte reborn no Brasil.

Para a especialista, esse momento da criança confeccionar algo para ela, com características de sua escolha, é mais do que uma brincadeira. “Ao final da confecção, elas fazem um pedido importante na vida delas e inserem um coração no boneco com aquele pedido tão especial. Esse curso agrega valores e eleva a autoestima da criança, pois ela sai da oficina com uma ‘obra de arte’ feita por ela, um momento inesquecível”, fala.

A artista ainda conta que a técnica auxilia os pais no trato com as filhas porque pode servir como “moeda de troca” para alguma coisa. “Eu, por exemplo, prometi à minha filha que confeccionaríamos o bebê dela a partir do momento que ela largasse a chupeta. E foi o que aconteceu”, relembra Censi.

A oficina oferece diversos cursos, com as crianças sozinhas ou acompanhadas da mãe para confecção dos bebês. Inclusive, no Natal, uma ação inédita vai agitar a agenda da artista. “Teremos a ilustre presença do Papai Noel, em parceria com a empresa Fabrika de Ilusões, ao final da confecção dos bebês, de forma bem exclusiva, em que vai abordar cada criança com uma história que remete à vida pessoal dela, para fechar com chave de ouro essa lembrança que, com certeza, ficará guardada na memória das participantes por muito tempo”, comenta. A Oficina “Meu bebê real” tem duração de 7 horas, com pausa para lanchinhos e brincadeiras. A artista também leva o evento para escolas e, inclusive, já fez parcerias com instituições do ABC. O evento é indicado para meninas a partir de 6 anos. Ainda existe a opção de festa. “Nós levamos toda estrutura da oficina para o endereço desejado com um custo por criança e decoração exclusiva. As crianças fazem toda a parte de pintura, mas sempre com meu auxílio. Todo material é atóxico e as tintas são à base de água”, conta a artista. Para mais informações, acesse: maternidademeubebereal.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*