Prefeito de São Caetano declara projeção otimista para 2020

José Auricchio Júnior fala sobre equilíbrio financeiro, desafios e conquistas para o ano que vem

Por Victor Oliveira

Há décadas, São Caetano do Sul mantém a liderança nacional no IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, mas o prefeito José Auricchio Junior afirma não estar satisfeito apenas com a frieza dos números. “Nos encontramos em fase de equilíbrio financeiro. Podemos olhar nos olhos do morador e fazer uma projeção muito otimista. Vencemos as etapas de ajustes fiscais e partimos para a retomada dos investimentos. E hoje temos muitos motivos para comemorar”, declara.

AN: São Caetano atualmente, é a cidade com o maior IDH do Brasil. Qual seria a estratégia para manter a cidade com retorno positivo dentro do que ela representa?

JA: Que a nossa cidade possui indicadores referenciais de qualidade de vida não é novidade. Trabalhamos para efetivamente melhorar a Prefeito afirma que crescimento e desenvolvimento da cidade será intensificado no ano que vem vida das pessoas. E fazemos isso de muitas maneiras, com uma gestão pautada, sobretudo, na constante busca pela excelência dos serviços públicos. A conexão com a população é essencial para alcançarmos os objetivos, que convergem para o avanço de São Caetano do Sul em todos os aspectos. Este é o interesse comum. Desta forma, os resultados surgem naturalmente e são perceptíveis em toda a cidade.

NA: A questão econômica na cidade sempre foi muito atrativa, principalmente por empresas de grande porte que investem e são estabelecidas aqui, como a própria GM. Qual a importância no desenvolvimento dessas empresas na cidade de São Caetano do Sul?

JA: Não há como desassociar os avanços dos serviços públicos do crescimento econômico. E esta condição passa, naturalmente, pela administração municipal fazer de São Caetano do Sul um terreno próspero ao empresariado. Atuamos firmemente nesta questão. Reflexo disso é que São Caetano do Sul é considerada a melhor cidade do Brasil para se investir em negócios, segundo ranking da consultoria Urban Systems em parceria com a Revista Exame. É um indicador que comprova a eficiências do nosso pacote de ações estruturantes na área. Nunca vamos abrir mão de nossa vocação industrial, mas temos estimulado o crescimento de outros segmentos empresariais. Estes setores, aliados à tecnologia e às políticas públicas eficientes, formam uma cadeia próspera, capaz de garantir o desenvolvimento de São Caetano do Sul pelos próximos 50 anos.

AN: O senhor enxerga nos convênios particulares uma parceria com a saúde pública, uma vez sendo uma extensão para quem não pode contar com o sistema público? A Prefeitura estaria disposta a estreitar essa parceria?

JA: Sem dúvida. As redes privada e pública podem e devem atuar em consonância. E há mecanismos para isso. Em 2020, por exemplo, vamos fazer o Hospital São Caetano voltar a atender 24 horas, agora como Hospital Universitário, em parceria com a USCS. E a nossa ideia é que ele atenda pacientes do SUS e também de planos de saúde mais simples. Será um grande ganho à população, que terá mais um importante hospital, e também aos estudantes de Medicina da USCS.

AN: Sobre a educação na cidade: como manter o alto padrão de ensino estabelecido em sua gestão?

JA: Atualmente, a palavra de ordem na Educação é tecnologia. É nela em que baseamos todas as nossas ações no setor. Temos, inclusive, parceria com o Google para práticas pedagógicas e o uso de recursos digitais em sala de aula, como disse acima. Este é um divisor de águas para a educação pública de São Caetano do Sul e um legado que pretendo deixar para as próximas gerações.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*